12. mai, 2016

Sem sol

E assim começo o dia:
Louca por você
Louca por mim
Louca para voltar a dormir;

Ignoro o amarelo do Sol
E me tranco em mim mesma
Saio querendo revolução
Volto cheia de dúvidas e sem solução;

Vou, venho, volto, vejo, viro, vivo
Termino o dia sem o sol que rejeitei...
Louca, apenas louca.

Deiziane Piúcco